Olá, leitor!

Slide

Entendo que um blog é como a boca de uma pessoa, em que ela diz o que pensa ou o que acha que deve dizer em determinado tempo. Durante quase um ano, o Tecido Doce manteve-se calado. E me perguntariam, por que não dizer nada por tanto tempo? Talvez a resposta esteja na minha mente, que passou por tantas transformações e nem sabe o que minha boca deveria dizer durante todo esse tempo.

Saudades eu tive, sim. Mas não me arrependo. Pense que o ano de 2015 serviu uma mesa cheia de fatos e lições tão apetitosos que tive estalos e novas vontades – como a vontade de compartilhar. Só para matar um pouquinho dessa curiosidade aí, vou te contar um pouquinho do que me aconteceu nesse último ano…

No final de 2014 decidi que queria alcançar maiores objetivos na minha vida, como fazer um intercâmbio. Como eu já estava indo para o 6º semestre a chance de uma bolsa de estudos era quase nenhuma, decidi me focar e trabalhar por conta própria para arrumar alguma graninha. Ao mesmo tempo compartilhava do meu tempo livre com amigos e minha casa, onde pensava em tentativas para ressuscitar o blog. Em fevereiro de 2015, peguei umas férias e comecei a busca por um estágio em moda. Mas não estava fácil. Dividia meu tempo em enviar currículo, filmes, amigos e idas a cafeterias. Nesse meio tempo comecei a conhecer melhor uma pessoa muito pitoresca, Samuel.. tampouco imaginava que ele se tornaria meu namorado. Com Samuel, descobri mais gostos em comum do que poderia adivinhar. Juntos começamos a ir nos mais nos diversos cafés de Porto Alegre. Tornou-se o nosso passatempo. Em abril, não sei exatamente como, mas parei de comer carnes. E comecei a busca por uma alimentação mais orgânica.

No segundo semestre de 2015, me senti numa montanha russa de sentimentos. Meu melhor amigo, Felipe, se mudou de Porto Alegre para Campinas.. éramos como unha e carne. Fiquei feliz por alguém tão especial estar evoluindo, mas ao mesmo tempo triste, pois a distância crescia. Ele me fez o prometer que o visitaria, e foi o que aconteceu. Um mês depois da partida dele comprei minhas passagens, foi minha primeira viagem de avião. Imagine o quão felizes estávamos.. Ao mesmo tempo, acabava de ter a notícia de que havia ganhado uma bolsa de estudos internacional. Me senti no melhor período da minha vida e com perspectivas melhores que antes. Nesse último período de 2015, foquei todas minhas forças nos meus estudos, principalmente a cadeira de Projeto 3. Que me exigiu de muitas maneiras a tentar a superar determinados limites. O meu estresse foi tão alto, com todas as cobranças, que passei a ter perda de apetite. Com os meses fui emagrecendo e já não conseguia comer como antes. Então, denominei novas metas: assim que acabasse o semestre e eu pudesse ter um novo respiro iria atrás de mais lazer e saúde.

A minha atual busca se encontra em viver mais. Eu tive pressa de aproveitar mais meus momentos preenchendo as horas vazias com variados compromissos e isso acaba deixando qualquer um louco. Ainda não consegui largar dessa rotina de correria, mas quero tentar parar um pouco para respirar com mais frequência. Por isso estou aqui. Quero compartilhar com vocês a minha busca de café em café a chance de desapegar do capuccino e de me entregar ao café passado.

Assinatura

6 Comment

  1. Oii Wendyel! Que bom que voltou com o blog!
    Tentei acessar algumas vezes esses ano passado e vi que ele tava caladinho! Teu blog foi um dos primeiros que conheci na vida, sabia?
    E sobre teu texto… pois bem! Fico feliz por essas coisas legais que aconteceram, principalmente a parte da bolsa de estudos e de tu ter parado de comer carne (digamos que meu organismo tá passando por uma fase assim, tem dias ~ a maioria deles ~ que eu não consigo comer carne).
    Também tou nessa saga de sair da correria e viver uma vida mais tranquila e sem tantas cobranças e compromissos, porque na real, quem encuca é a gente né?!

    Bem vinda de volta a blogosfera!
    Beijos!
    Blog Bianca Schultz

  2. Wendyel Borin says:

    Oi Bianca! Fico muito feliz em saber disso <3
    Sabe que eu me lembro bem do teu blog.
    Comigo foi bem assim, passei a ter cada vez menos vontade de comer carne. Então vi que era o momento certo para parar.
    Verdade! Eu entro numa rotina agitada e fico totalmente ansiosa.

    Obrigada pela visita!
    Beijos

  3. Natália says:

    Senti tua falta na blogosfera, até que hoje estava vendo uns posts antigos meu e vi um comentário teu lá e vim pra cá, e fiquei muito feliz que tu voltou. Fiquei com uma dúvida, em que consiste o Projeto 3? Beijo

  4. Wendyel Borin says:

    Owwwwn Nati <3
    Coisa boa ler isso!
    O Projeto 3 é uma cadeira do curso de Design de Moda da Ritter, ao qual fiz nesse último semestre.
    Todo projeto consiste em aplicar as habilidades e conhecimentos passados nas demais cadeiras do curso. É nessa cadeira que as estudantes criam modelos e coleções de moda. No projeto 3 o foco é em uma coleção conceitual, ao qual permite o aluno fazer modelos não tão usuais. Seriam roupas usadas por artistas, performances.. pessoas de um meio mais artístico no geral.

    Beijos!

  5. Estou conhecendo o tecido doce hoje, mas que bom que voltou e que a aconteceu tanta coisa boa na sua vida. O stress tbm influencia na minha alimentação, meio que esqueço de comer, parece que os alimentos perdem ou tem o mesmo sabor, eu heimm é estranho! Tem gente que é ao contrário, não para de comere heheheh. Abraços adorando passear pelo seu blog.

  6. Wendyel Borin says:

    Seja bem-vinda Aziza!
    Fico muito feliz que tenha gostado do Tecido Doce. Estarei sempre aberta para recebê-la aqui.
    Pois é! Conheço mais gente que come muito quanto tá ansioso, do que não come.

Deixe uma resposta